Delegado Segurança

125

DURAÇÃO: 25 horas

MODALIDADE: E-LEARNING

PRAZO PARA CONCLUSÃO: 3 SEMANAS

REF: delegado_seguranca Categoria: Etiquetas: ,

Descrição

O Delegado Segurança tem por responsabilidade executar as diretrizes dadas pelo responsável de segurança, e gerir a Equipa ou Equipas de Segurança. Além das funções adicionais que lhe possam ser delegadas pelo responsável de segurança.

A eficácia das medidas de autoproteção de um determinado edifício dependem diretamente da organização e gestão da segurança adotada pelo Responsável de Segurança. Ou seja, o Responsável de Segurança é a pessoa que deve estabelecer métodos de organização necessária para uma correta utilização e eficácia das Medidas de Autoproteção.

Conteudos Programáticos do curso delegado segurança

  • Princípios básicos da Fenomenologia da Combustão
  • Agentes Extintores
  • Equipamentos e Sistemas
  • Equipamentos de Proteção Individual
  • Organização da Segurança
  • Segurança Contra Incêndio
  • Combate a Incêndio e meios de primeira intervenção

Publico alvo

  • Publico em geral.

Requisitos 

Para frequentar este curso é necessário ter acesso a um computador com ligação à Internet e um browser (programa para navegar na web, como por exemplo o Google Chrome).

METODOLOGIA

  • Formação em formato e-learning (totalmente a distância)
  • Terá sempre o apoio do E- Formador, que estará sempre disponível para esclarecer as suas dúvidas nos Fórum de Discussão e Chat.
  • O e-formando pode aceder aos conteúdos do curso a qualquer hora do dia ou da noite, em função da sua disponibilidade e disposição, tendo como restrição o cumprimento da data indicada como data final do curso;
  • A formação decorrerá na plataforma de gestão de aprendizagem (Moodle), cujas ferramentas possibilitarão o ambiente pedagógico favorável à formação a distância;
  • Ao longo do período de funcionamento do curso, o formando tem a possibilidade de efetuar o download de todos os materiais de formação, elaborados pelo tutor/formador responsável, para os guardar no seu computador ou imprimir;
  • No final de cada módulo, existe uma atividade/teste que terá de ser realizado para o formando poder concluir o curso.

CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

O pagamento do valor do curso deverá ser efetuado no ato da inscrição.

CERTIFICADO

Será emitido Certificado de Formação Profissional  através da Plataforma SIGO, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho

 

CAlendário

 

DELEGADO  SEGURANÇA
É a pessoa responsável pela atualização, execução e implementação das Medidas de Autoproteção, representando a entidade responsável nas situações do dia a dia e em caso de emergência / incêndio.Neste contexto, em que a autoproteção é encarada de forma mais significativa e abrangente, ao Delegado segurança (DS) são colocados os cinco desafios que a seguir se discriminam e para os quais deve estar preparado.
Desafio 1: A Gestão DocumentalO DS, depois de aprovadas as Medidas de Autoproteção (MAP), deve providenciar no sentido de:Manter as MAP atualizadas, nomeadamente no que concerne a:Contactos de emergência,Contactos dos elementos que integram a Equipa de Segurança,Alterações na Equipa de Segurança e/ou substituição de elementos da Equipa; Distribuir o documento das MAP, ou as partes relevantes deste, pelos elementos afetos à Estrutura de Segurança;Colocar um exemplar das MAP no Posto de Segurança, quando este exista;Garantir o preenchimento dos Registos de Segurança.
Desafio 2: As Tarefas do Dia a DiaNo dia a dia, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Assegurar que a exploração e utilização das instalações técnicas, dos sistemas e dos equipamentos de segurança é feita nos moldes previstos nas MAP do edifício ou recinto;Assegurar que as manutenções das instalações técnicas, dos sistemas e dos equipamentos de segurança são realizadas de acordo com o Plano de Manutenção previsto nas MAP do edifício, bem como ordenar a reparação das avarias que surjam no decurso da exploração;
Assegurar que os locais dos edifícios tenham uso e lotação compatíveis com as finalidades para que foram concebidos;Fazer cumprir as Regras de Exploração e de Comportamento estabelecidas nas MAP;Afixar as Instruções de Segurança nos locais previstos;Assegurar a substituição dos elementos que integram a Equipa de Segurança sempre que deixem de trabalhar no edifício/empresa ou haja impedimento (por exemplo: não reunir condições físicas, doença prolongada, … etc).Desafio 3: A Resposta Operacional
Em situações de emergência o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Decidir, para cada emergência declarada, a atuação a seguir, tendo em atenção as disposições contidas nos Procedimentos a Adotar em Caso de Emergência ou no Plano de Emergência em vigor;Até à chegada dos meios de socorro exteriores dirigir as operações de mitigação da emergência e assegurar a evacuação; Após a chegada dos meios de socorro exteriores prestar toda a colaboração solicitada durante a intervenção dos bombeiros;No final da emergência elaborar um relatório circunstanciado com a descrição da ocorrência e adotar as medidas tendentes a repor a normalidade.
Desafio 4: As Inspeções de SegurançaApós a entrada em funcionamento do edifício ou recinto, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Solicitar as inspeções regulares do edifício, quando obrigatórias, nos prazos máximos previstos na lei;No decurso das ações inspetivas deve fornecer a documentação solicitada e facultar o acesso a todos os espaços do edifício à entidade competente ;Assegurar a regularização, nos prazos estipulados, das condições que não estejam em conformidade, detetadas no decurso das inspeções regulares.
esafio 5: A Formação e os SimulacrosEm termos de Formação e Simulacros, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Estabelecer o programa de formação;Promover a realização de ações de sensibilização e deformação tendo como destinatários os funcionários e colaboradores; Promover simulacros nos prazos máximos previstos nas MAP do estabelecimento;Elaborar relatórios de avaliação dos simulacros realizados, contendo designadamente as Lições Aprendidas. 
DELEGADO  SEGURANÇA É a pessoa responsável pela atualização, execução e implementação das Medidas de Autoproteção, representando a entidade responsável nas situações do dia a dia e em caso de emergência / incêndio.Neste contexto, em que a autoproteção é encarada de forma mais significativa e abrangente, ao Delegado segurança (DS) são colocados os cinco desafios que a seguir se discriminam e para os quais deve estar preparado.
Desafio 1: A Gestão DocumentalO DS, depois de aprovadas as Medidas de Autoproteção (MAP), deve providenciar no sentido de:Manter as MAP atualizadas, nomeadamente no que concerne a:Contactos de emergência,Contactos dos elementos que integram a Equipa de Segurança,Alterações na Equipa de Segurança e/ou substituição de elementos da Equipa; Distribuir o documento das MAP, ou as partes relevantes deste, pelos elementos afetos à Estrutura de Segurança;Colocar um exemplar das MAP no Posto de Segurança, quando este exista;Garantir o preenchimento dos Registos de Segurança.
Desafio 2: As Tarefas do Dia a DiaNo dia a dia, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Assegurar que a exploração e utilização das instalações técnicas, dos sistemas e dos equipamentos de segurança é feita nos moldes previstos nas MAP do edifício ou recinto;Assegurar que as manutenções das instalações técnicas, dos sistemas e dos equipamentos de segurança são realizadas de acordo com o Plano de Manutenção previsto nas MAP do edifício, bem como ordenar a reparação das avarias que surjam no decurso da exploração;
Assegurar que os locais dos edifícios tenham uso e lotação compatíveis com as finalidades para que foram concebidos;Fazer cumprir as Regras de Exploração e de Comportamento estabelecidas nas MAP;Afixar as Instruções de Segurança nos locais previstos; Assegurar a substituição dos elementos que integram a Equipa de Segurança sempre que deixem de trabalhar no edifício/empresa ou haja impedimento (por exemplo: não reunir condições físicas, doença prolongada, … etc).Desafio 3: A Resposta Operacional
Em situações de emergência o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Decidir, para cada emergência declarada, a atuação a seguir, tendo em atenção as disposições contidas nos Procedimentos a Adotar em Caso de Emergência ou no Plano de Emergência em vigor;Até à chegada dos meios de socorro exteriores dirigir as operações de mitigação da emergência e assegurar a evacuação; Após a chegada dos meios de socorro exteriores prestar toda a colaboração solicitada durante a intervenção dos bombeiros;No final da emergência elaborar um relatório circunstanciado com a descrição da ocorrência e adotar as medidas tendentes a repor a normalidade.
Desafio 4: As Inspeções de SegurançaApós a entrada em funcionamento do edifício ou recinto, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Solicitar as inspeções regulares do edifício, quando obrigatórias, nos prazos máximos previstos na lei;No decurso das ações inspetivas deve fornecer a documentação solicitada e facultar o acesso a todos os espaços do edifício à entidade competente ;Assegurar a regularização, nos prazos estipulados, das condições que não estejam em conformidade, detetadas no decurso das inspeções regulares.
esafio 5: A Formação e os SimulacrosEm termos de Formação e Simulacros, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Estabelecer o programa de formação;Promover a realização de ações de sensibilização e deformação tendo como destinatários os funcionários e colaboradores; Promover simulacros nos prazos máximos previstos nas MAP do estabelecimento;Elaborar relatórios de avaliação dos simulacros realizados, contendo designadamente as Lições Aprendidas.
DELEGADO  SEGURANÇA É a pessoa responsável pela atualização, execução e implementação das Medidas de Autoproteção, representando a entidade responsável nas situações do dia a dia e em caso de emergência / incêndio.Neste contexto, em que a autoproteção é encarada de forma mais significativa e abrangente, ao Delegado segurança (DS) são colocados os cinco desafios que a seguir se discriminam e para os quais deve estar preparado.
Desafio 1: A Gestão DocumentalO DS, depois de aprovadas as Medidas de Autoproteção (MAP), deve providenciar no sentido de:Manter as MAP atualizadas, nomeadamente no que concerne a:Contactos de emergência,Contactos dos elementos que integram a Equipa de Segurança,Alterações na Equipa de Segurança e/ou substituição de elementos da Equipa; Distribuir o documento das MAP, ou as partes relevantes deste, pelos elementos afetos à Estrutura de Segurança;Colocar um exemplar das MAP no Posto de Segurança, quando este exista;Garantir o preenchimento dos Registos de Segurança.
Desafio 2: As Tarefas do Dia a DiaNo dia a dia, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Assegurar que a exploração e utilização das instalações técnicas, dos sistemas e dos equipamentos de segurança é feita nos moldes previstos nas MAP do edifício ou recinto;Assegurar que as manutenções das instalações técnicas, dos sistemas e dos equipamentos de segurança são realizadas de acordo com o Plano de Manutenção previsto nas MAP do edifício, bem como ordenar a reparação das avarias que surjam no decurso da exploração;
Assegurar que os locais dos edifícios tenham uso e lotação compatíveis com as finalidades para que foram concebidos;Fazer cumprir as Regras de Exploração e de Comportamento estabelecidas nas MAP;Afixar as Instruções de Segurança nos locais previstos; Assegurar a substituição dos elementos que integram a Equipa de Segurança sempre que deixem de trabalhar no edifício/empresa ou haja impedimento (por exemplo: não reunir condições físicas, doença prolongada, … etc).Desafio 3: A Resposta Operacional
Em situações de emergência o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Decidir, para cada emergência declarada, a atuação a seguir, tendo em atenção as disposições contidas nos Procedimentos a Adotar em Caso de Emergência ou no Plano de Emergência em vigor;Até à chegada dos meios de socorro exteriores dirigir as operações de mitigação da emergência e assegurar a evacuação; Após a chegada dos meios de socorro exteriores prestar toda a colaboração solicitada durante a intervenção dos bombeiros;No final da emergência elaborar um relatório circunstanciado com a descrição da ocorrência e adotar as medidas tendentes a repor a normalidade.
Desafio 4: As Inspeções de SegurançaApós a entrada em funcionamento do edifício ou recinto, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Solicitar as inspeções regulares do edifício, quando obrigatórias, nos prazos máximos previstos na lei;No decurso das ações inspetivas deve fornecer a documentação solicitada e facultar o acesso a todos os espaços do edifício à entidade competente ;Assegurar a regularização, nos prazos estipulados, das condições que não estejam em conformidade, detetadas no decurso das inspeções regulares.
esafio 5: A Formação e os SimulacrosEm termos de Formação e Simulacros, o Delegado segurança, entre outras tarefas, deve:Estabelecer o programa de formação;Promover a realização de ações de sensibilização e deformação tendo como destinatários os funcionários e colaboradores; Promover simulacros nos prazos máximos previstos nas MAP do estabelecimento;Elaborar relatórios de avaliação dos simulacros realizados, contendo designadamente as Lições Aprendidas.